Linhas e Pontos por Carlos Marinho
Clube de Matemática SPM - Eixos de Opinião abril de 2017
Publicado a 10 de Abril de 2017



 

Este espaço vai ser dedicado a aspectos simples da vida em contexto real, em que a matemática pode entrar como elemento surpresa. Em síntese, estas "linhas" terão como base "pontos" comuns da nossa vida, em que a objectividade da Matemática pode fazer compreender alguns "problemas" que vão surgindo em contexto real. Como afirmou Pitágoras, "Todas as coisas são números". Nesta rubrica tudo cabe... até a matemática.                                

   

Carlos Marinho -  Professor de Matemática                                  



Linhas e Pontos por Carlos Marinho - Boa ou Má Temática

Clube de Matemática SPM - Eixos de Opinião abril de 2017 

 

Clube de Matemática SPM

Facebook Clube SPM

Título: Boa ou Má Temática


O ensino da matemática faz-se todos os dias nas salas de aula, no seio das escolas e agrupamentos, faz-se também na realização de encontros onde pensar a matemática é um dos objetivos centrais. Pensar a escola é cada vez mais prioritário nos dias de hoje. Reunir professores no mesmo espaço é uma tarefa por vezes difícil mas fundamental para o desenvolvimento da matemática.


Na passada sexta-feira, dia 7 de abril, realizou-se na Batalha o 1º Encontro Regional do Projeto Fénix, num mega evento com mais de 160 professores numa organização do Agrupamento de Escolas da Batalha e da Câmara Municipal da Batalha, onde se realizaram quatro sessões temáticas envolvendo o processo educativo, uma das sessões foi sobre matemática. Fui convidado pela coordenadora nacional do Fénix, doutora Luísa Moreira para ser responsável por uma dessas sessões. O projeto Fénix é atualmente uma ferramenta muito importante em mais de 140 escolas no país, num projeto que se iniciou há mais de 9 anos. O Projeto Fénix consiste na criação de turmas, também designadas por ninhos, nos quais são temporariamente integrados alunos que necessitam de maior apoio para recuperação de aprendizagens, permitindo um ensino mais individualizado, respeitando diferentes ritmos de aprendizagem.


Voltando à sessão que durou um pouco mais de 1 hora, intitulada de “Boa ou Má Temática”, falei de matemática e de ciências de educação. Entre outros assuntos destaco estes na palestra. O que é ser um bom professor? Segundo o professor de matemática americano Steven Krantz existem quatro condições para se ser um bom professor, a saber: 1º  Estar qualificado para o efeito; 2º Queira fazê-lo; 3º Esteja preparado para o fazer; 4º Certificar-se de que estas carateristicas são perceptíveis pelo seu auditório. Acredito que estas quatro condições podem se reduzir a duas, competência e comunicação. Desde logo, competência, no sentido de dominar os conteúdos que tem de ensinar. Para se explicar matemática tem der se dominar totalmente o que se ensina. Por outro lado, a comunicação é muito importante para o ensino da disciplina. 

 

Um dia um jornalista deslocou-se ao local onde Madre Teresa de Calcutá estava a ajudar os mais desfavorecidos para fazer uma reportagem, viu tanta miséria, que perguntou: - Madre Teresa, qual a 1ª prioridade? A religiosa pensou um pouco e respondeu de seguida: - A primeira prioridade? Comunicar! No fim da reportagem, o jornalista disse: - Madre, eu não faria aquilo que faz, nestas condições de miséria, nem por todo o dinheiro do mundo. Madre Teresa de Calcutá com o seu humor habitual respondeu: - Nem eu!