Linhas e Pontos por Carlos Marinho
Clube de Matemática SPM - Eixos de Opinião julho de 2017
Publicado a 10 de Julho de 2017



 

Este espaço vai ser dedicado a aspectos simples da vida em contexto real, em que a matemática pode entrar como elemento surpresa. Em síntese, estas "linhas" terão como base "pontos" comuns da nossa vida, em que a objectividade da Matemática pode fazer compreender alguns "problemas" que vão surgindo em contexto real. Como afirmou Pitágoras, "Todas as coisas são números". Nesta rubrica tudo cabe... até a matemática.                                   

   

Carlos Marinho -  Professor de Matemática                                     



Linhas e Pontos por Carlos Marinho - Semmering

Clube de Matemática SPM - Eixos de Opinião julho de 2017 

 

Clube de Matemática SPM

Facebook Clube SPM

Título: Semmering


A matemática é a ciência mais antiga do planeta Terra. Muitos são os matemáticos que estiveram à frente do tempo. Tiveram razão antes do tempo. Determinadas descobertas vieram a ser fundamentais na evolução do nosso mundo. A geometria de Ptolomeu, a alavanca de Aristóteles, a visão telescópica de Galileu, a progressão geométrica na lousa de Gauss, o referencial cartesiano de Descartes, o duelo matinal de Galois, a maçã de Newton ou Hamilton e os quaterniões entre outros realizaram descobertas que permitem que nos dias de hoje o ser humano tenha uma qualidade de vida quase incogitável.


A pergunta que se pode fazer é a seguinte: se todos estes brilhantes matemáticos, génios das suas épocas não tivessem, através da matemática, feito estas descobertas, será que teríamos a mesma qualidade no nosso dia-a-dia? A resposta é simples e direta. Não! A matemática está na base de tudo. Todas estas descobertas permitiram sistematizar o desenvolvimento. Sem a matemática ainda estaríamos na idade da pedra, mesmo considerando que todas estas descobertas baseadas na matemática estão dotadas de invisibilidade. A matemática não se vê. A maioria não percebe nem consegue ver a importância da matemática.


Este artigo generalista faz lembrar uma bela história que aconteceu numa zona dos Alpes entre a Áustria e a Itália chamada “Semmering”. É uma montanha muito íngreme e alta. Uns visionários deram ordens para que nessa zona se construísse uma linha férrea para ligar Viena a Veneza. Construíram essa linha férrea mesmo antes de existir o comboio de ligação. Construíram-na porque sabiam que um dia chegaria o comboio.


As descobertas/construções de modelos matemáticos serviram de base à descoberta de tudo, antecipando grandes coisas, fazendo lembrar o inóspito local de Semmering. Quando os matemáticos descobriram estas importantes soluções, nesta montanha alta e íngreme chamada matemática, eles sabiam que um dia haveria algo importante que surgiria a todo o vapor...