Intersecções por Daniela Gonçalves - Somos Nós

Eixos de Opinião de Julho de 2021

Daniela Gonçalves - Professora do Ensino Superior na ESE de Paula Frassinetti e Investigadora na Universidade Católica Portuguesa, Centro de Investigação para o Desenvolvimento Humano, Portugal (Ver +)


Título: Somos Nós 

Quando educamos alguém, tomamos opções. Quando alguém educa ou procura educar-se, jamais permanece o mesmo. E tal acontece porque a educação não é neutra, transforma. Transforma o indivíduo (educador e educando) e transforma o mundo à sua volta. 

Em meu entender, a transformação do indivíduo na educação não acontece apenas pelo conteúdo da aprendizagem mas e, essencialmente, pelo modo como tal aprendizagem acontece e pela forma como a vontade é mobilizada. Tal parece ser verdade, porque é inerente ao ser humano o querer aprender, interpretar o mundo, explicar o Universo. É esta atitude volitiva, isto é este “querer cognoscitivo” que constitui a motivação essencial do ser humano na busca do seu caminho. 

A educação serve vários fins. 

A educação interessa a todos. 

A educação interessa “ao Nós”.

Mas nem todos a verão de igual forma. O Bem, a essência humana e a diversidade de interpretações conferem ao indivíduo a responsabilidade de agir perante os outros em liberdade e em justiça.

Como seres em construção e em permanente mudança, acreditamos que educar é transformar o mundo. Educar-se é deixar-se transformar; é querer ser livre e responder, isto é ser responsável perante o outro, porque vivemos “em permanente busca da nossa identidade”, e nós nunca somos nós singulares. 

Somos nós e os outros. 

Que sejamos verdadeiramente nós.

 

Publicado/editado: 08/07/2021