Face-Jacking por José V. de Faria nos contos de 3º grau - Episódio VI
Contos de 3º Grau...
Publicado a 26 de Abril de 2016

Face-Jacking por José Veiga de Faria nos contos de 3º grau - História 5/Episódio VI

Contos de 3º Grau...

Clube de Matemática SPM

Facebook Clube SPM

Título: “Face-Jacking” - História 5

Episódio I - Paulo Correia                        Episódio II - Sílvio Gama                         Episódio III - Carlos Marinho                   
Episódio IV - Gonçalo F. Gouveia              Episódio V - José Carlos Santos              Episódio VI - José Veiga de Faria 

 

Episódio I por Paulo Correia - Dia 1


Ler aqui.


Episódio II por Sílvio Gama - Dia 6


Ler aqui.


Episódio III por Carlos Marinho - Dia 11


Ler aqui.


Episódio IV por Gonçalo F. Gouveia - Dia 16


Ler aqui.


Episódio V por José Carlos Santos - Dia 21


Ler aqui.

 

Episódio VI por José Veiga de Faria - Dia 26

 


- Esta foi demais!  disse o Antero enquanto Tomás e a mulher não paravam de rir. 


Antero era um reputado inspetor da Judiciária que vivia no mesmo prédio que eles e de quem eram amigos há anos. Parece que também tinha andado na peugada dos pais da Maggie…


De repente Tomás sentiu um nó na garganta: esta brincadeira que ele começara no Facebook, sem medir as consequências, estava a ir longe demais.


- Temos que por cobro a isto, disse; eles devem estar em pânico e não tarda muito temos o 112 a bater à porta e um processo por uso abusivo de serviço publico.

- Tens razão, disse a mulher, mas não sem darmos um toque final. Antero tens aí o teu carro de serviço?

- Claro e estou a perceber. Vamos descer rápido.


Em casa do Luís a consternação era total.


- Que desgraça! dizia o Luís lívido, enquanto o Zéca amparava a Jetsun a quem uma lágrima já caía do canto do olho.


De repente ouviram uma sirene e pareceu-lhes entrever flashes azuis através da janela. Ficaram imóveis uns segundos até que três fortes pancadas foram vibradas na porta de entrada.


- Judiciária, abram por favor.


O Zéca avançou e entreabriu a medo logo ficando estarrecido quando viu o crachá que o Antero lhe mostrava.


- O seu telemóvel é o 911 922 933? perguntou o Antero.

- É sim… balbuciou o Zéca quase a desfalecer.


Passados uns segundos de silêncio aterrador entraram de rompante e alegres a Maria e o Tomás, este, que tinha ganho a lotaria, sentia a consciência finalmente aliviada.


- Basta de sustos, disse a Maria. Vamos oferecer-te a ti, ao Luís e à Jetsun uma viagem ao Butão; isto ao mesmo tempo que exibia uma folha A4 onde tinha escrito à pressa: 


Butão o país da FIB, Felicidade Interna Bruta; Fora o Facebook.

              
- Ah Pai grande nóia! disse o Zéca agarrado à Jetsun e que já nem sabia o que dizia.


FIM